Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Orgulho, satisfação em vencer jogando limpo

Artigo 30 da série: Jogo sujo e concorrência desleal

Poucos têm a satisfação, o orgulho de vencer, construir um nome, uma boa credibilidade, reputação, de ser respeitado por suas habilidades, conhecimentos, inteligência, qualidade, eficiência, diferenciais, por seus méritos e jogando limpo

Como pôde notar em toda a série sobre jogo sujo e concorrência desleal, não é fácil, mas em parte, justamente por este motivo, os que vencem jogando limpo podem ter a satisfação e o orgulho de dizer que estão onde estão por preparo, conhecimento, habilidade, méritos, inteligência, sabedoria, expertise, qualidade, eficiência, diferenciais reais, e não por jogar sujo, promover concorrência desleal. Mas infelizmente a grande maioria dos renomados, famosos que se destacam em diversas atividades profissionais, comerciais, esportivas e artísticas não podem fazer isso, pois só conquistaram suas posições, status, renome, devido a jogo sujo, concorrência desleal, mentiras, falsas verdades, propaganda enganosa, uso de moedas de troca não ortodoxas e aplicação / utilização de muitas outras práticas sujas, que quando descobertas, mancham seus nomes, credibilidade, reputação.
Apesar de poder ser mais difícil, muitas vezes até “doloroso”, e levar mais tempo para gerar resultado positivo, muitos dos que jogam sujo podem reverter a situação e passar a jogar limpo. Para isso em alguns casos basta assumir seus erros, justificar e comprovar que não mais joga sujo. Obviamente que por orgulho, hipocrisia, e ou por medo, falta de coragem a maioria não o faz; prefere continuar correndo riscos e jogando sujo. Poucos na história tiveram coragem, assumiram seus erros e souberam justificar, mas destes poucos, a grande maioria foi absolvida, perdoada pela maioria (opinião pública).
Como disse, pode levar algum tempo para surtir efeito, porém será válido o esforço pois em um futuro relativamente próximo poderá também bater a mão no peito e dizer que tem orgulho de si, do seu trabalho e posição que agora se encontra.
Não é fácil jogar limpo o tempo todo desde o início, principalmente em mercados prostituídos, banalizados, saturados e muito sujos, onde a maioria consciente e subconscientemente faz uso de práticas de concorrência desleal. Mas em 100% dos que conseguem sobreviver, se dar bem, superar os aventureiros oportunistas que jogam sujo, sendo sérios, éticos e justos, vale muito a pena, especialmente quando são reconhecidos pelos seus méritos, habilidades, inteligência e diferenciais. Estes podem ser considerados heróis e todos os outros deveriam procurar aprender com eles.
Profissionais conscientes verdadeiramente inteligentes, sábios, querem ser reconhecidos pelo que são de verdade, pelo seu potencial, conhecimento, inteligência, habilidades, sabedoria, trabalho, obras, criações e ou inventos. Sem hipocrisia, o dinheiro é muito importante sim, principalmente para cobrir despesas geradas pelos seus estudos, pesquisas, análises, desenvolvimentos e laboratório, e para gerar investimentos em novos estudos, pesquisas, criações e aperfeiçoamentos. Porém, não é só ele que importa. Para muitos, a reputação, credibilidade e o reconhecimento quanto aos méritos, feitos, também são muito importantes.
A forma relativamente mais fácil de entrar, se destacar e se manter em um mercado jogando limpo, consciente e subconscientemente, sem correr risco de comprometer o nome, reputação, credibilidade e de ser desmascarado e principalmente para ter orgulho de si mesmo, é conhecendo as práticas consideradas concorrência desleal para evitá-las. Para facilitar, veja o artigo Como entrar em um mercado de forma ética desta série sobre Jogo sujo e concorrência desleal.

Outros artigos da série:
Jogo sujo e concorrência desleal


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page