Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Minha filha quer ser DJ, mas tenho medo do meio quanto a drogas, instabilidade profissional e econômica, quais os riscos quanto a estes fatores?

Apesar da profissão de DJ ainda não ser bem vista por alguns poucos, DJ é uma profissão como outra qualquer, que exige tantas habilidades mentais e físicas quanto outras profissões, de vários tipos e especialidades, tais como piloto, médico, advogado, engenheiro, etc . DJ é uma profissão tão nobre e inteligente quanto qualquer outra. E traz diversos benefícios intelectuais, desenvolve a mente, combate a preguiça mental, amplia a criatividade, o poder de raciocínio, de assimilação e muito mais. E quanto às drogas, infelizmente isso está em toda parte, independente de profissão, atividade, classe econômica/social e raça. Infelizmente é possível ver até nas mídias fechadas, em programas especiais, médicos e / ou pilotos de avião de carreira e muitos outros profissionais que se drogam. Infelizmente na área DJ também existe, mas como nas outras profissões, estes péssimos exemplos são uma minoria de fracos e incapazes. Muitos são honestos, limpos e bons de verdade. Os que se drogam são porque não têm coragem, competência e potencial real para se apresentarem / atuarem e precisam da “ajuda” de drogas. Quem é bom de verdade não precisa de drogas para atuar. Com relação ao  dinheiro, ou seja, retorno financeiro, depende de vários fatores, principalmente da dedicação, garra do aluno para ser bom de verdade, de saber e não ter medo de correr atrás dos seus objetivos. E isso, também, não é somente para a profissão de DJ, e sim para qualquer área. Muitos fazem cursos e usam a arte / ”profissão” de DJ como uma profissão paralela, complementar financeira ou apenas por satisfação, como exercício mental ou ainda somente como terapia / auto-satisfação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page

Quanto aos anúncios

Ao clicar no anúncio, possivelmente sairá de nossa página. Se pretende permanecer no artigo / site deve clicar no anúncio com o botão direito do mouse e selecionar abrir em nova aba / guia ou janela.

 

Atenção

Não nos responsabilizamos pela qualidade dos produtos e serviços anunciados. Os anúncios são selecionados e divulgados automaticamente pelo mecanismo do Google Adsence de acordo com sua navegação e vários outros fatores / critérios. Não temos nenhuma ligação com os fornecedores / prestadores de serviços.