Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Potenciômetros dos equipamentos para DJs (Problemas e soluções)

Componentes mais frágeis, defeitos, causas e soluções.

Potenciômetros de Mixers, Players, Controladores e outros equipamentos para DJs

Problemas e soluções

Potenciômetros

Quando o potenciômetro do volume ou do crossfader da maioria dos mixers, normalmente analógicos, apresenta desgaste, além de falhar, gera ruídos desagradáveis durante sua manipulação e após algum tempo passa a falhar completamente. E quanto ao potenciômetro do “pitch” (speed control / controle de velocidade dos “CDJ’s”/CD Players profissionais para DJs), quando se desgastam geram variação na velocidade da música. O defeito normalmente é provocado devido a poeira, umidade e uso excessivo, que no caso dos DJs de performances (turntablism) é inevitável. Mesmo os potenciômetros mais caros e mais resistentes, sofrem com a poeira, porém, por serem mais resistentes duram um pouco mais.
A grafite em pó é um produto encontrado em lojas de material eletrônico. É um grande preventivo. Em alguns potenciômetros pode aumentar a vida do mesmo. Porém será muito perigoso para o equipamento se o pó cair dentro dele, pois fechará curto e poderá queimar peças importantes, danificando completamenPotenciômetro_01te todo o equipamento ou comprometendo-o quanto a confiabilidade.

A indústria de equipamentos para DJs poderia minimizar os defeitos causados pela poeira e dobrar a vida útil, apenas mudando a posição do potenciômetro ou colocando uma capa plástica mais eficiente que as usadas em alguns modelos. Testamos em nosso laboratório esta solução simples, e obtivemos excelentes resultados, ou seja, ao minimizar o pó, aumenta-se a vida útil do potenciômetro significativamente.Potênciometro_02
Para se ter uma idéia da duração de um potenciômetro, a vida útil é medida em ciclos. Os melhores, de alta qualidade, segundo os seus fabricantes, têm vida útil de aproximadamente 500.000 ciclos. Mas infelizmente a maioria dos potenciômetros utilizados em mixers e CDJ’s ainda são os de aproximadamente 30.000 ciclos. 30.000 ciclos parece muito, e realmente é, para alguns DJs extremamente Potenciômetro_03básicos, e muito cuidadosos com os equipamentos. Para estes profissionais o potenciômetro pode durar mais de três anos, tocando quase todos os dias durante aproximadamente duas horas. A poeira pode diminuir a vida útil para menos de 1/3, ou seja, 10000 ciclos. Para  DJs mais dinâmicos, criativos, que promovem performance (“malabarismos”), a vida útil do potenciômetro pode diminuir em mais de 90% principalmente se não houver cuidados quanto a poeira. Se levado em conta os ensaios das performances e as apresentações, um potenciômetro pode durar menos de seis meses, se utilizado no mesmo período que o DJ básico.

Até que toda indústria insira e torne padrão potenciômetros ópticos (comentados a seguir) em seus equipamentos, poderiam também facilitar a troca deste componentes nas funções que sofrem mais desgastes, como já ocorre em alguns, poucos, mas mais comuns, crossfader.

Potenciômetro de controle de velocidade (“pitch” control)

Potenciômetro de controle de velocidade (“pitch” control)

Novas tecnologias em potenciômetros (ópticos)

Potenciômetro_03Os potenciômetros ópticos são muito mais resistentes que os potenciômetros convencionais, mas como nada é para sempre, ele também terá suas deficiências. É muito provável que seja ainda a poeira e a umidade, porém os problemas atuais serão sanados tornando-os muito mais resistentes e duráveis. Poderá inclusive ser muito barato, pois a tecnologia é similar à encontrada em mouse, joysticks e muitos outros equipamentos. Só não será bom e barato se a indústria não quiser, pois tecnologia para isso existe, e é simples. Este potenciômetro já deveria estar em todos os mixers digitais e semi digitais atuais devido aos altos preços destes equipamentos. Por enquanto, estes potenciômetros só estão presentes nos crossfaders de alguns poucos modelos de mixers. Porém, com a briga pelo mercado (concorrência), poderão estar presente em breve em quase todos os novos equipamentos, não só no crossfader, mas também substituindo o potenciômetro do volume e do “pitch” (controle de velocidade dos players) e outros de maior desgaste. Com mais modelos e fabricantes usando esta tecnologia, ela se tornará mais barata e forçará a queda dos preços dos não ópticos (de grafite).

Potenciômetros fáceis e baratos para reposição e/ou reserva.

PotenciômetroPotenciômetro

 

 

 

 

Potenciômetro

Os potenciômetros para reposição ou reserva, são necessários caso haja alguma dificuldade no mercado em encontrar tais peças, por emergência, para guardar o original como reserva ou para usar apenas em eventos importantes. Poderá substituir o potenciômetro do crossfader (o mais usado para performance) por modelos de mesma potência encontrados com mais facilidade e que podem ter duração e preço menores, de 10 a 50 % e 5 a 20 % respectivamente, se comparado aos modelos especiais usados em muitos mixers atualmente. Existem dois inconvenientes: em muitos casos alguns potenciômetros precisarão de uma pequena adaptação devido à diferença no tamanho; o outro é que o usuário tem que ter intimidade com um ferro de solda e conhecimento extremamente básico em eletrônica (potenciômetro). Ou então, que encontre um amigo que entenda ou técnico com boa vontade e bom preço, para compensar a adaptação, que é bastante simples.

Solução simples, “barata” e muitas vezes eficiente

Algumas vezes o potenciômetro do controle de velocidade (“pitch”) do CDJ, toca-discos / turntable, controles MIDI/USB geram variações e ou os potenciômetros do mixers falham e ou geram ruídos. Mas não significa que precisam ser trocados. Muitas vezes o problema é gerado apenas por sujeira e ou oxidação e basta uma limpeza para que funcione corretamente. Para limpar potenciômetros e outros componentes eletro-eletrônicos existe no mercado um produto composto de solventes em spray que na maioria dos casos pode ser aplicado sem a necessidade de desmontar o equipamento, mas por se tratar de inflamável e líquido o equipamento deve estar desligado e preferencialmente para maior segurança desconectado da rede elétrica ou sem baterias, ou seja, não deve estar energizado, e só deve ser religado após secar completamente, o que pode levar alguns segundos ou até horas dependendo da marca, tipo e quantidade aplicada do spray e do posicionamento do componente no equipamento que será limpo. Antes de recorrer a uma “assistência técnica” que algumas vezes age de má fé, apenas limpa o equipamento e diz ter trocado, recorra a este produto. Antes de comprar e de utilizar pesquise mais sobre estes produtos, e após comprar leia com atenção as instruções do fabricante antes de aplicar. Testei um destes produtos e tive ótimos resultados. Saiba que deve evitar que o produto atinja alguns componentes como por exemplo o leitor óptico dos CDJ’s, pois pode danificá-lo. Portanto deve aplicar o produto no potenciômetro de velocidade dos CDJ’s buscando evitar que escorra para a direção do leitor óptico.

Poderá encontrar facilmente este produto nas casas especializadas de produtos eletrônicos: no Rio de Janeiro na Região da Rua República do Líbano e em São Paulo na região da Rua Santa Ifigênia. Se não tiver experiência e ou habilidade alguma com equipamentos eletro eletrônicos, preferencialmente procure um profissional sério e experiente para que faça uma revisão geral no equipamento, limpe os componentes e caso necessário, troque os componentes que realmente precisam ser trocados, mesmo que gaste um pouco mais. Cuidado com os de má fé, pois com estes poderá gastar muito mais. Em mais de 90% dos casos, o mais caro é a mão de obra. Normalmente os componentes são baratos. Apesar de a maioria das pessoas não valorizar, desmontar certos equipamentos requer grande mão de obra, conhecimento, precisão, técnica, habilidade entre outros, para tirar dezenas de parafusos, algumas soldas, descobrir o problema, corrigir e depois remontar tudo novamente. Toda a operação, dependendo do equipamento, pode requerer horas de trabalho para apenas trocar um componente de centavos ou alguns poucos R$/Us$. Poucos profissionais têm preços justo, compatível com a mão de obra / hora exigida, porém outros exageram na dose, e têm preços exorbitantes.

 

17 comentários para Potenciômetros dos equipamentos para DJs (Problemas e soluções)

  • Bom dia. Excelente artigo. Sou Técnico em Eletrônica e DJ de eventos. Gostaria de saber o nome do produto testado que se aplica para limpeza dos potenciometros de pitch mencionado no texto.

    • Olá Lima, utilizei um produto conhecido como “limpa contatos”, e desde o artigo acima, já utilizei várias “marcas”.

      Este é um produto muito comum hoje em dia.

      Pode encontrá-los em casas de componentes e ferramentas para eletroeletrônica.

      Digite “limpa contatos” no Google ou Bing e verá vários.

      Todos são muito parecidos. Não prestei muita atenção, mas tenho quase certeza que alguns secam/evaporam mais rapidamente, outros deixam gotículas que demoram um pouco mais para secar (certamente de água desmineralizada, que não passa corrente / não gera curto).

      Por segurança sempre deixei bastante tempo sem energizar o equipamento, como digo no artigo.

       

      Obrigado por visitar nosso site, espero que tenha ajudado!

       

      Grande abraço!

      Wagner Pereira

  • Excelente Artigo! Sou Dj & Producer e Técnico Eletrônico apaixonado por musica e Tecnologia irei compartilhar no meu Blog. Abraço!

  • Boa tarde meu crossfader está vazando de 1 lado se ficar segurando ele não vaza o som do outro canal tem com arrumar obrigado

    • Eldo, obviamente o ideal seria trocá-lo. Normalmente é um componente relativamente barato e se não for sujeira, que pode tentar remover com forte jato de ar (spray de ar comprimido), é defeito, e não vale a pena tentar consertar, dentre outras coisas, devido ao trabalho que muito provavelmente, será em vão. Só vale o esforço se for raro, difícil de ser encontrado; mesmo assim é pouco provável que consiga, principalmente se for desgaste. Normalmente potenciômetro de crossfader não é difícil de encontrar. Em muitos casos não se encontra exatamente o mesmo porém dá para adaptar modelo próximo. Se não tiver experiência consulte um amigo que entenda de eletrônica ou técnico de sua confiança.

       

      Boa sorte em sua jornada, espero que resolva seu problema da maneira mais fácil e eficiente possível.

      Um grande abraço!

      Wagner Pereira

  • Boa Tarde!! Tenho um mixer da Gemini 7024, eu estava mixando e o mixer começou a dir ruidos estranhos. teve um momento que o mixer quase parou. tem como arrumar. ou terei que comprar outro mixer.

    • Olá Ailton, normalmente sim. Muitos casos deste tipo estão relacionados com temperatura, solda fria e ou capacitor, o que é relativamente simples e comum, mas pode também estar relacionado com um componente mais difícil de ser encontrado, o que pode tornar relativamente mais difícil e talvez até inviável o conserto.

      O diagnóstico preciso vai depender do técnico que lhe atender. Praticamente qualquer técnico em eletrônica poderá diagnosticar e até resolver seu problema, mas muitos não gostam de trabalhar com equipamentos para DJs, e outros, cobram caríssimo. Mas vale a pena pedir a ajuda de algum amigo que entenda de eletrônica para te direcionar melhor. Normalmente eu mesmo faço a manutenção de meus equipamentos, porém tenho anos de experiência, inclusive com eletrônica relativamente básica.

       

      Boa sorte, e um grande abraço.

      Wagner Pereira

      • Wagner o mixer pode apresentar algumas falhas no agudo, se isso é um sinal bem claro de que o mixer já era!!

        • Ailton, o problema pode ser relativamente simples, e em muitos casos, mesmo sendo mais sério, muitos técnicos em eletrônica podem resolver. Pode ser por exemplo um problema no potenciômetro, ou algum componente básico comum com problema, e isso até um amante de eletrônica nâo profissional pode resolver. Nem sempre um problema em um equipamento, significa que deva jogá-lo fora e comprar outro. Mas pode ser também algo mais sério, que piore ainda mais se for difícil encontrar o componente defeituoso para comprar.

          Dependendo da marca, pode ser mais fácil ou mais difícil encontrar alguns componentes, mas muitos dos componentes são relativamente fáceis de serem encontrados em lojas de componentes eletrônicos; já outros, relativamente um pouco mais difíceis, podem ser encontrados em algumas lojas da Santa Ifigênia em São Paulo.

           

          Boa sorte na solução de seu problema

          Um grande abraço!

          Wagner Pereira

  • BOA NOITE GALERA,TENHO UMA CONTROLADORA PIONNER WEGO 2, VIERTUAL DJ.
    O VOLUME MASTER ESTÁ COM FALHAS, FICA ABAIXANDO O VOLUME,AUMENTO OUTRA VEZ,E SEMPRE ACONTECENDO PELO MENOS 7 X , DEPOIS FICA COM SOM NORMAL,DA IMPRESSÃO QUE ELA ESTÁ ESQUENTANDO PRA DEPOIS VOLTAR A TOCAR NORMALMENTE,ALHGUÉM PODE ME AJUDAR A RESOLVER ISSO OU DAR UMA SOLUÇÃO QUE ME AJUDE? AGUARDO E AGRADEÇO.

    • Aluisio, realmente parece ser hardware, mas por desencargo de consciência, você testou a controladora em outro computador e ou softwares? Se não, sugiro que o faça. Se o problema persistir, podem ser várias coisas, como solda fria, o mais simples e pouco provável, devido ao preciso comportamento apresentado descrito por você. Infelizmente o ideal seria levar a uma assistência Pioneer.

       

      Desculpe não poder ajudar, espero que encontre a solução.

       

      Grande abraço!

      Wagner Pereira

  • ola boa noite
    meu crossfader apresentou uma devida mudança,
    no canal 1 quando coloco o crossfader ele aumenta a musica muito uma variação no volume achei meio estranho pois ele não apresentava isso …
    quando vou fazer scratch quando mecho o crossfader aumente e abaixa o volume .. poderia me ajudar ?

    • Alef, você não forneceu informações quanto ao equipamento, se o problema é em uma controladora ou em um mixer convencional; isso faz certa diferença para prestar um suporte mais preciso. De qualquer forma de acordo com o que relatou, se for um mixer convencional pode ser sujeira do potenciômetro (menos provável) ou defeito devido possivelmente a desgaste natural provocado pelas performances de scratch que acabam com potenciômetros. Neste último caso muito provavelmente terá que trocar o potenciometro. Se for uma controladora pode ser um dos problemas citados ou apenas configuração no software.

       

      Espero que solucione seu problema rapidamente.

      Um grande abraço!

      Wagner Pereira

  • ola eu queria 12 potenciometro para mesa de son liveson cmx mixer profissional console,,, vc tem

    • Olá Valdenir, não somos / nunca fomos loja. Há mais de uma década, nosso site é uma revista / jornal digital, que serve de referência para todo o universo DJ. Se você for de SP, procure na rua Santa Efigênia. Se não, procure por lojas de lá, na internet, pois muitas enviam via correios. É onde praticamente o Brasil todo compra.

      • o meu potenciômetro é novo
        so ficou duro depois do produto que foi passado
        um limpa contato
        ai queria saber se tem algo para deixar suave
        o fader do volume estão travando depois que passaram o produto 🙁

        • Douglas Monteiro, já abri vários potenciômetros de diversos equipamentos, não tenho certeza absoluta pois faz muito tempo que não os abro, mas se não me engano, alguns com eixo guia – tipo alguns utilizados em crossfaders e outras funções de equipamentos para DJs, são lubrificados com uma graxa branca.

          Se isso estiver certo e for o caso do seu, o produto limpa contato pode ter dado alguma reação química que está dificultando o "deslizamento" do potenciômetro. Não é recomendado aplicar produtos em potenciômetros se realmente não compreende seu mecanismo e funcionamento. Atualmente são vários os modelos e tipos, com conceitos diferentes; alguns tem engrenagens e até componentes eletrônicos. E evite a qualquer custo o uso de grafite em dispositivos que não tenha certeza que não gerará efeitos colaterais negativos.

          Enfim, a solução em teoria não é difícil, mas possivelmente um pouco trabalhosa. Em teoria pois depende da experiência de quem fará o serviço. Minha sugestão é que utilize o equipamento por algum tempo para ver se volta ao normal, o que é possível. Caso não volte de forma alguma, outra opção é tirar, abrir o potenciômetro, analisar a situação e limpar caso necessário ou tomar outra providência de acordo com o resultado da análise. Mas se não tiver conhecimento e habilidade para tal o ideal é comprar os potenciômetros e trocar. Por se tratar de potenciômetro também utilizado em equipamentos para DJs, quem vende e sabe disso leva o preço lá em cima; mas apesar de difícil, é possível encontrar por preço muito abaixo.

           

          Saiba mais sobre potenciômetros nos artigos referentes ao assunto.

           

          Um grande abraço e boa sorte na solução de seu problema.

           

          Wagner Pereira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page