Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Este canal tem foco em economia, jogo sujo geral e que caracteriza concorrência desleal e outros temas direta e indiretamente relacionados.

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

DJ Wagner J. Pereira – Conhecimento de informática, tecnologia geral e a relação com a música

Da música para a informática


Microdigital TK-90X / ZX-SpectrumEm meados da década de 1980, devido à influência de alguns filmes e seriados; de jogos eletrônicos e de música, comprei meu primeiro computador. Ele tinha apenas incríveis 48 Kb de memória RAM, emitia alguns sons, reproduzia 08 cores ligado a uma TV. Pouco tempo depois comprei o segundo, o TK95 com teclado profissional (para época). No Brasil ele era o top da sua categoria.
Sem um mestre de computação, tive que me dedicar muito em estudos, pesquisas, testes e análises próprias na prática e em literaturas (manuais, livros, revistas e jornais da época) para decifrar este fascinante mundo. Com imensa curiosidade, passava o dia pesquisando, testando e analisando em busca de respostas e conhecimento, de uma forma natural (não obrigatória) sempre acompanhando as novas tecnologias e tendências do mercado tecnológico, e já pensando na informática musical (Computer Music). Porém, a música acabou ficando como lazer, pois me dediquei tanto a informática geral e programação, que no final da década de 1980 acabei sendo convidado para trabalhar no Rio de Janeiro onde comecei a trabalhar com a linha PC (XT). WJP - Wagner J Pereira em computador PCXT - DOS Jul/1987Continuei a estudar informática / computação e tecnologia geral e especialmente voltada para música por puro prazer / satisfação.  Nunca tive grandes ambições e não vi o potencial que tinha. Não divulguei meus feitos e acabei tendo um excelente conhecimento, muito prazer e satisfação pelo que fazia, mas sem dinheiro. O que ganhava gastava com despesas pessoais e o resto reinvestia em conhecimentos, livros, revistas (de informática, ciências gerais e música) e na música, comprando sempre que possível vinis/CDs singles (especiais para DJs). Algum tempo depois, passei a prestar serviços especializados a outras empresas e pessoas físicas com o apoio do meu patrão.
Após aproximadamente 07 anos como programador e técnico (funcionário), saí da empresa e passei a ser autônomo como especialista e instrutor particular de computação / informática geral.

Como autônomo prestei serviço para advogados, juízes, delegados, jornalistas, médicos, profissionais da receita, militares, políticos, governantes, empresários, executivos, economistas, engenheiros, pilotos (civis e militares), publicitários, dentre vários outros de diversos portes e patentes. Mesmo após parar de atuar prestando suporte e consultoria em informática / TI, até hoje ainda atendo alguns por amizade, consideração e em retribuição ao que alguns fizeram por mim.

Com mais de 20 anos de contato direto e diário com tecnologia, trabalhei com praticamente toda categoria de hardware e software (instalando, configurando, programando, consertando e operando). WJP - Wagner J Pereira em computador com Processador Pentium com WindowsTrabalhei com todas as gerações de computadores PC e sistemas operacionais para ele, além de contato também com outras plataformas. Como programador, técnico e operador, prestei serviços de consultoria, manutenção preventiva e corretiva. Instalei e configurei centenas de equipamentos, redes e softwares de diversas categorias (gráfico/imagem, controles comerciais(folha de pagamento, controle de estoque, balanço…), musical e comunicação) para diversas empresas e pessoas físicas.

Hoje acumulo um vasto conhecimento, real e natural de informática e tecnologia geral incluindo rede.  Devido ao conhecimento, ainda presto serviço para algumas empresas que precisam de qualidade e principalmente segurança dos dados. Desde meu primeiro computador, sempre dediquei parte do meu tempo à informática e tecnologia geral, passando várias horas analisando softwares de várias categorias, buscando compreende-los, tendo sempre como companheira a música. Antes mesmo de ter meu primeiro computador já pesquisava sobre computadores através de revistas e jornais. A primeiras revistas de computação que li para acompanhar a evolução tecnológica nos anos 1980 foi a Micro Sistemas e o caderno de informática da jornal Folha de São Paulo. Acompanhei a revista Micro sistemas por quase toda sua vida, do início década de 1980 a início da década de 1990, quando passei a ler outras, especialmente importadas devido as bancas de jornais do Rio importarem.  WJP - Wagner J Pereira em computador na IndyCar

Após adquirir o primeiro computador, além de continuar com as revista e jornais, passei a ler também livros e manuais dos equipamentos que comprava. Patrocinado por empresas e às vezes por minha conta, frequentei vários eventos (feiras, congressos, workshop) de informática e tecnologia como a Comdex e Fenasoft (edições do RJ e SP) e outras de menores portes. Uma das primeiras e mais importantes coisas que aprendi na informática foi programação e a primeira linguagem foi o Basic. Depois me aventurei a entender linguagem de máquina (Assembler-Z80), mais tarde passei a programar em Dbase (II e III+) linguagem que trabalhei por mais tempo. Após passar por compiladores e aprender outras linguagens como COBOL (em curso e com menor ênfase) comecei a migrar os conhecimentos para FoxPro para Windows que era basicamente a mesma coisa que o Dbase, porém com uma interface mais amigável, mais recursos e facilidades. Pouco tempo depois deixei a vida de programador. A programação me trouxe diversos enormes benefícios. Saber como as maquinas “pensam” me ajudou a compreender facilmente qualquer hardware, software e tecnologia geral, desde um simples relógio digital, CD Player, DVD a qualquer equipamento digital de ultima geração.

Ainda mais importante, me tornar programador de computadores, contribuiu de forma expressiva para lapidar praticamente todas minhas habilidades mentais, entre elas, as mais importantes como: “visão” / raciocínio lógico,  nível de sensatez, facilidade em captar, processar(analisar) e armazenar informações, ou seja, a programação me ajudou a usar o cérebro de forma um pouco mais eficiente que a maioria, o que refletiu em todo meu potencial intelectual.

Devido ao estudo de computação, especialmente de programação hoje tenho facilidade em entender quase tudo. Devido a técnicas, conceitos e habilidades mentais adquiridos na informática, passei a ter uma enorme facilidade em entender a parte técnica da música, pois ambas tem muito em comum. A computação de forma direta e indireta, me ajuda a ver as coisas de uma forma que poucos conseguem. Hoje utilizo no meu dia a dia o conhecimento, visão, técnicas e conceitos adquiridos na informática, principalmente como programador.

Certificados e credenciais

Abaixo, alguns certificados e credenciais de eventos  realizados no Rio de Janeiro e em São Paulo, os quais participei em busca de conhecimento. “Perdi” várias outras credenciais e até alguns certificados, mas ainda tenho outros espalhados, junto com velhos documentos. Dentre os diversos eventos técnicos direto ou indiretamente ligados a música, DJ e tecnologia que participei estão a Expomusic, Comdex, Fenasoft,   BMC (Brasil Music Conference) e RMC (Rio Music Conference). Também  participei de vários workshops e palestras ligados a música, tecnologia e outros assuntos.

Certificados de cursos de informática concluídos no final da década de 80

Credencial da 10a. Feira Internacional de Informática em 1990

Identificação multimídia feita no estande da Polaroid na 7a. Fenasoft em 1993

Seminário da Adobe em  2000

Credencial da Fenasoft  (não me lembro a data) (São Paulo – SP)

Credencial da Fenasoft  (não me lembro a data) (São Paulo – SP)

Credencial da Fenasoft de 2001 (São Paulo – SP)

Credencial da Comdex Brasil de 1994 (Rio de Janeiro – RJ)

Credencial da Comdex Brasil de 1995 (Rio de Janeiro – RJ)

Credencial da Comdex Brasil de 1996 (Rio de Janeiro – RJ)

Credencial da Comdex Brasil de 1997 (Rio de Janeiro – RJ)

Credencial da Comdex Brasil de 2001 (São Paulo – SP)

Algumas credenciais de eventos técnicos sobre música e tecnologia que participei

Deixando claro, que o que comprova meu preparo é o meu conhecimento e habilidades adquiridas através de muita dedicação ao longo de minha vida, vencendo barreiras e obstáculos. Certificados e credenciais não valem praticamente nada, são só plásticos e ou papéis que mostram  que participei de diversos eventos e fiz alguns cursos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este canal está sendo reestruturado e tem foco em temas ligados à inteligência, arte, ciência, tecnologia, comportamento e outros.


Em nosso podcast falaremos sobre inteligência e comportamento, jogo sujo e concorrência desleal, algumas artes, ciências, esportes, sobre economia e outros temas.

Quanto aos anúncios

Ao clicar no anúncio, possivelmente sairá de nossa página. Se pretende permanecer no artigo / site deve clicar no anúncio com o botão direito do mouse e selecionar abrir em nova aba / guia ou janela.

 

Atenção

Não nos responsabilizamos pela qualidade dos produtos e serviços anunciados. Os anúncios são selecionados e divulgados automaticamente pelo mecanismo do Google Adsence de acordo com sua navegação e vários outros fatores / critérios. Não temos nenhuma ligação com os fornecedores / prestadores de serviços.