Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Grande parte dos “profissionais” e produtos do universo DJ é lixo

Grande parte dos profissionais e produtos do universo DJ é lixo

Como ex-instrutor da arte e ciência DJ, verdadeiro especialista em treinamento DJ, com mais de treze anos de experiência, mais de 10.000 horas de aulas ministradas somente da arte DJ; como analista e crítico deste universo também com mais de uma década de experiência,  o primeiro a promover análises, e escrever artigos e críticas técnicas autênticas sobre vários temas / assuntos deste universo; o primeiro a promover estudos e pesquisas sérias por vários ângulos e níveis de profundidade deste universo – tudo passível de comprovação através de meu conhecimento e do material que desenvolvemos, documentamos e registramos desde 1999, coloco meu nome e minha reputação em jogo, afirmando que posso provar, que o universo DJ pode ser muito melhor do que é – dos próprios DJs, produtores musicais, empresários “da noite”, “cursos” / escolas, jornalistas “especializados”, instrutores, casas noturnas, aos promoters, bookers, managers, agencias, dentre outros, direto e indiretamente ligados a este universo. Afirmo com todas as letras que a grande maioria destes é lixo; que se escoram, geram e disseminam mitos, falsos conceitos, ideias antiquadas e preconceitos.

A grande maioria do que se vê e ouve é mentira, falso conceito, mito / falsa verdade e sensacionalismo disseminado por alguns que mascaram a realidade ao invés de contribuir para melhorar a qualidade deste universo.

A grande maioria dos envolvidos comercialmente neste universo afirmam que o mercado e a cena DJ e da música eletrônica cresceram muito, porém não enxergam, não querem enxergar, ou enxergam mas não querem dizer, que a qualidade caiu em proporção maior que o “crescimento”. Não só os novatos / iniciantes, mas muitos veteranos relaxaram e perderam a qualidade.

Muitos são famosos e renomados mas não devido a conhecimento, preparo, habilidades, talento (“natural” ou desenvolvido); potencial real e méritos próprios, mas sim devido a jogo sujo, práticas não ortodoxas, falcatruas, formação de panelinhas, troca de favores, apadrinhamentos, moedas de troca não ortodoxas, publicidades enganosas, politicagem, favorecimentos e ou devido a mídias (revistas, jornais, TVs, sites, blogs, rádios, jornalistas “especializados”) nada especializada, sensacionalistas e ou imaturas.

Muitos mitos, falsos conceitos, ideias antiquadas e preconceitos limitam e retardam o crescimento e o amadurecimento técnico, cultural e profissional adequado da maioria dos profissionais e empresas envolvidas direto e indiretamente com a arte e ciência DJ e de produção musical.

Alguns poucos podem e buscam contribuir para a melhora da qualidade e eficiência do universo DJ. Para melhorar de forma expressiva, significativa, é necessário que a maioria reveja vários de seus conceitos, e queira mudar.

Porém, querendo ou não, alguns deram sua contribuição e mais cedo ou mais tarde muitos aventureiros, oportunistas e ou ingênuos, acordarão,  reverão conceitos,  cederão e se adequarão. Outros cairão. E quanto maiores forem, maior será a queda.

Espero que o mercado acorde antes que seja tarde.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page