Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

O que mais levou o DJ Wagner J. Pereira se tornar instrutor para DJ?

Diversos fatores me levaram a me aprofundar ainda mais na área de DJ e me tornar instrutor. Um dos mais importantes foi o fato do grande conhecimento que acumulei durante minha vida sobre vários assuntos ligados a DJ (na época discotecário), música e “casas / diversões noturnas”. Outro fator importante foi a habilidade que sempre tive para aprender, analisar, interpretar informações, desenvolver técnicas, conceitos e a facilidade que para ensinar. Mas o pontapé principal veio após fazer o 3º e último curso de DJ, em meados de 90 em uma “renomada escola”. Já sabia tocar com vinil, mas tudo que fiz e faço sempre busco fazer bem feito e me dedicar ao máximo. Daí achei que seria necessário fazer outro curso para aprender a tocar em CD Players profissionais para DJs, novidade na época. Consultei a escola, disse ao atendente que já dominava o vinil e perguntei se era necessário fazer o curso ou se eles tinham um módulo especial para adaptação. O atendente (um dos proprietários) me disse que seria necessário fazer o curso completo. Logo nos primeiros minutos da primeira aula percebi que foi desnecessário. Descobri naquele momento que ser DJ é como dirigir. Quem sabe dirigir um carro bem (principalmente se for um caminhão), sabe dirigir qualquer modelo, o que muda basicamente é o tamanho e sensibilidade, nada que não se domine e acostume em alguns minutos. Aprendi muito no curso com a falta de didática e preparo para ministrar curso do instrutor, a dificuldade que tinha para explicar e gerar exemplos, e etc. Na pista o professor era muito bom, mas como instrutor não tinha um mínimo preparo, assim como os professores dos outros cursos que fiz anteriormente. Neste curso, em uma sala com 12 alunos, somente eu que já tinha feito dois outros cursos e um aluno que já tinha feito o mesmo curso três vezes, tínhamos condições de receber um certificado, pois, a maioria tinha menos conhecimento do que quando entraram. Porém todos receberam menos eu que me recusei a ir à última aula. Depois deste episódio me liguei e descobri que no caso do DJ o segredo está na musica, ouvido e cérebro e não nos equipamentos. Conceitos que passei a pregar para meus alunos assim que comecei a ministrar aulas particulares.
Assim que decidi a me tornar um instrutor passei a estudar e me aprofundar ainda mais e a desenvolver técnicas e um material didático que facilitasse a compreensão e maximizasse o conhecimento e habilidade dos meus alunos. Quando tinha um material didático que oferecia várias vezes mais eficiência que os produtos e cursos da época, comecei a ministrar aulas particulares por um preço justo, onde estudei as necessidades e deficiências de cada aluno e fui aperfeiçoando minha técnica de ensino e meu material didático. Portanto o maior pontapé foi a falta de qualidade, venda de ilusão, mentira, prostituição comercial e a falta de respeito com o dinheiro suado das pessoas. Busco ser justo e trabalho para que cada aluno seja o melhor. A maioria dos meus alunos aprende e finaliza o curso com conhecimento e habilidade acima da média do mercado, porque antes me preparei e não entrei como um aventureiro no mercado. Sinto-me alegre quando o aluno atinge o mínimo que estipulei (70% de aproveitamento) e fico extremamente satisfeito quando fica acima da média do mercado logo ao terminar o curso.
Após muitos anos de dedicação, estudos e pesquisas, adquiri um conhecimento e uma técnica didática (forma, modo de ensinar) muito acima da média, superior inclusive a muitos dos professores de faculdades de diversas áreas, que muitas vezes dominam o assunto, mas não sabem ensinar como deveria. E o fato de fazer bem feito, estar muito acima da média, entre os melhores nesta especialidade e contribuindo para a diminuição da prostituição comercial, me incentiva continuar ministrando curso para DJs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page