Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Os Mixers profissionais para DJs e seus principais controles, recursos e funções

Existem diversos modelos de Mixers. Além do ilustrado abaixo, existem Mixers de três, quatro e até mais canais, porém os mais comuns são os de dois e de quatro canais, sendo este último, mais utilizado em clubes, raves ou por DJs que precisam de muitos canais de entrada. Mesmo com a diversidade e particularidades entre os modelos, a maioria dos principais / fundamentais controles, recursos e funções são comuns a todos.

Os Controladores, mixer profissionais para DJs e seus principais controles, recursos e funções - Equipamentos para DJs

Lista dos principais recursos e funções de controladores e Mixer profissionais para DJs


POWER
Liga / desliga o equipamento.

VU LEVEL
Mostra o nível dos volumes, auxiliando no controle dos mesmos.

DISPLAY
Apesar de ainda raros, alguns modelos de Mixers possuem displays de LCD que apresentam diversas informações relacionadas a efeito, possibilitando também visualizar e interagir, configurar / personalizar recursos e funções.

MASTER VOLUME
Controle de volume geral/principal do Mixer. Aumenta / diminui proporcionalmente todos os canais abertos inclusive o(s) microfone(s).
Em alguns Mixers recebe o nome de Master, um conjunto de controles que trata da saída principal de áudio conhecido também como Main Output. Normalmente este conjunto é composto pelo controle de volume principal/geral do Mixer, controle de balanço e o VU Level.

BALANCE
Controle utilizado para balancear / equilibrar o volume entre os canais direito e esquerdo. Em outras palavras, serve para equilibrar o volume entre as caixas de som do canal direito com o esquerdo. Também pode ser utilizado para gerar um efeito conhecido como Pan, que consiste em passar o som de um lado(canal) para o outro de varias formas quanto a velocidade. Este efeito só funciona em sistema estéreo e bem distribuído. Lembrando: o uso excessivo de um controle gera desgaste excessivo e conseqüentemente, danifica-o.

CH / CHANNEL VOLUME
Cada canal tem seu próprio controle de volume, com o objetivo principal de corrigir a diferença existente entre músicas e/ou diferença entre diferentes modelos de equipamentos. Alguns DJs preferem usar este controle para fazer a transição ao invés do crossfader. Ver crossfader.

GAIN/TRIM (GANHO)
Usado para aumentar ou diminuir o nível de volume de entrada do áudio vindo dos equipamentos, que podem ser baixos ou altos demais. Nas técnicas atuais de mixagem, alguns DJs utilizam este controle para auxiliar na mixagem juntamente com o uso do controle de volume.

EQ / EQUALIZER (EQUALIZADOR)
No caso do Mixer, o equalizador é o conjunto de controles de cada canal, que serve basicamente para compensar / ajustar / compatibilizar previamente e/ou durante a mixagem a diferença de freqüências que costuma existir entre algumas músicas. A maioria dos Mixers apresenta equalizadores de três bandas por canal representando os grupos de graves, médios e agudos.
Alguns DJs utilizam o equalizador para promover algumas performances básicas com as freqüências e/ou para suavizar mixagens entre músicas com graves muito secos que durante a transição geram uma sonoridade “natural”, soando como o efeito Delay/Echo, principalmente de aproximadamente de ¼ de tempo ou menos, o que incomoda a alguns, por dar a impressão de está levemente fora de sincronismo.
Outros DJs tecnicamente menos experientes e/ou menos maduros utilizam os controles de grave em quase todas as mixagens/transições, normalmente para disfarçar/maquiar pequenas ”imperfeições”/diferenças no sincronismo entre músicas, cortando os graves de uma e realçando o mesmo grupo de freqüências da outra.
Após adquirir as principais habilidades auditivas e dominar a sonoridade musical, usar o equalizador para efeitos básicos é válido, mas tome cuidado com sua função principal; não se esqueça de manter a sonoridade confortável quanto aos médios, graves e agudos.

CROSSFADER
Controle usado para fazer a mixagem, ou seja, a transição de uma música para outra. Normalmente é mais utilizado em performance devido sua característica que permite elevar o volume da música de um canal e abaixar a do outro com um único controle.

CROSSFADER ASSIGN
Normalmente são encontrados em Mixers com 4 canais e servem para especificar/linkar um dos canais a uma das extremidades do crossfader.

CUE / PFL / PHONE / MONITOR SELECTOR
Serve para selecionar o canal a ser monitorado através do fone. O nome desta função pode variar de um modelo para outro.

CUE / PFL / PHONE / MONITOR LEVEL
Utilizado para controlar o volume do fone, serve basicamente para compensar diferenças existentes entre músicas e/ou trechos, possibilitando equilibrar com o volume do ambiente/retorno. Cada fabricante atribui um nome a este controle portanto, encontrará Mixer onde o nome do controle poderá ser CUE, phone, monitor ou PFL volume.

CUE / PFL / PHONE – PGM / MASTER MIX
Este controle é utilizado para misturar / mixar nos fones a música do canal selecionado com a música / áudio que está saindo no Master / principal do Mixer, ou seja, o som que está saindo na pista / evento, denominado também nos Mixers de PGM (programa). Cada fabricante coloca um conjunto / combinação de nomes neste controle e com isso poderá encontrar CUE – MASTER MIX, PFL – PGM MIX, CUE – PGM MIX entre outras combinações. Um recurso útil em algumas situações onde não se tem retorno, porém, é extremamente desaconselhável para o iniciante, durante o aprendizado. O ideal é que antes de usar este recurso, se tenha um ouvido condicionado adequadamente, ou seja se saiba ouvir e controlar as músicas separadamente, como os melhores DJs do mundo o fazem. O uso inadequado deste recurso por iniciantes retarda em muito o desenvolvimento de uma das principais habilidades sensoriais.

 

 Os Mixers e as várias técnicas de mixagens

Existem várias técnicas, várias formas de se fazer uma transição / mixagem, quanto a alguns controles dos Mixers. Para iniciantes algumas são inadequadas, menos eficientes, dificultam e ou tornam lento o desenvolvimento de habilidades fundamentais a um DJ bom de verdade,  tais como, disciplinar, condicionar o cérebro e os ouvidos quanto a sonoridade, o que consequentemente maximiza erros de volume e também de equalização durante os primeiros meses e até anos de atuação. Após dominar a sonoridade, amadurecer técnica e profissionalmente poderá aplicar técnicas alternativas, caso queira.

Clique nas imagens para ampliar
Principais recursos e funções Mixers profissionais para DJs - Modelo 03

Principais recursos e funções Mixers profissionais para DJs - Modelo 04

Principais recursos e funções Mixers profissionais para DJs - Modelo 02

Principais recursos e funções Mixers profissionais para DJs - Modelo 01


Saiba mais sobre Mixers em outros artigos de nosso site.

Vs: 2.0 Pt: 03 de 05 (Rg 2010)

 

 

Um comentário para Os Mixers profissionais para DJs e seus principais controles, recursos e funções

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page