Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Fatores dentro e fora do universo DJ que geram perdas auditivas

Situações, hábitos, atividades, doenças e outros fatores dentro e fora do universo dos DJs e da música, que contribuem para a diminuição e até levam a perda total da audição mais rapidamente.

Situações e hábitos que contribuem para a diminuição e até levam a perda total da audição mais rapidamente

Muitos hábitos como ouvir música, assistir TV durante muito tempo e frequentemente com o volume acima do ideal, contribuem para o desgaste auditivo e levam a perda de sensibilidade de algumas frequências mais cedo. Além disso, não nos damos conta, mas a grande maioria de nós, passa o dia com os ouvidos expostos a diversos tipos de sons, alguns mais intensos / “altos”, mais agudos, mais prejudiciais, e outros menos. Muitos destes são poluições sonoras desnecessárias e desagradáveis que estão contribuindo para diminuição de nossa sensibilidade auditiva mais rapidamente.
Em outras palavras a soma do tempo de exposição dos ouvidos a sons de vários tipos durante todo o dia – de música, TV, trânsito, barulhos cotidianos na rua (poluição sonora) e quaisquer outros sons naturais ou provocados, contribuem para a perda parcial ou total da audição mais rapidamente. Os especialistas recomendam que, quanto mais “alto” / intenso for o som, menor o tempo que deve se expor. Existe até uma tabela desenvolvida por especialistas, que infelizmente a grande maioria não se submeteria, mas que ajudaria a manter a saúde auditiva por muito mais tempo. Para os mais preocupados e ou interessados no assunto, esta tabela pode ser encontrada em vários sites na internet se desejar clique no Bing, Google, ou Yahoo que será aberta a página já com a pesquisa. Escolhi uma das tabelas mais interessantes e detalhada da internet. clique no link para visitá-la ( http://telecom.inescn.pt/research/audio/cienciaviva/defesa_aaudicao.html ). Além da tabela, nesta página poderá saber mais sobre audição.

Atividades que contribuem para perdas auditivas mais rápidas

No universo da música, DJ é uma das atividades que mais prejudicam a audição. Na maioria dos casos de hoje em dia, por falta de bom senso e coerência, e não devido à necessidade. A situação piora ainda mais nos DJs que atuam em várias especialidades da atividade, como produção musical e ou instrutor. No caso dos DJs que atuam como instrutores desta arte e promovem o monitoramento adequado dos alunos, mas que não tomam as devidas precauções e não se protegem apropriadamente, os riscos e danos a audição são muito elevados, pois, o monitoramento adequado de cada aluno durante o processo de desenvolvimento das principais habilidades é muito longo e gera grande stress da audição. Quanto mais tempo se expõe maior e mais rápidas são as perdas auditivas. Mais uma vez, sendo redundante, em outras palavras, ministrar cursos de DJ com o monitoramento / acompanhamento adequado, mas com volume acima do recomendado e sem proteção ideal, eleva consideravelmente os riscos de perda auditiva devido ao tempo de exposição diário à intensidades acima do recomendado.
Alguns DJs que atuam em várias especialidades (DJ, produtor musical e instrutor) chegam a trabalhar mais de 80 horas semanais com volumes acima do recomendado. Sem falar em algum momento que tira para assistir um filme, na poluição sonora submetida no dia a dia no trânsito e outros. Muitos não descasam o ouvido nem na hora de dormir pois moram em locais ruidosos e ou dormem ouvindo música. A maioria dos DJs já tem problemas auditivos e não sabe pois nunca fizeram exames preventivos. Muitos só descobrem quanto já é tarde. Não só no universo da música, mas em várias outras atividades onde diversos tipos de profissionais trabalham em ambientes ruidosos, como operadores de alguns tipos de máquinas barulhentas, garçons e outros trabalhadores de boates / clubs, em aeroportos e vários outros locais, o uso de protetores auditivos deveria ser imprescindível. Porém a maioria o não utiliza, sem perceber que vão pagar um alto preço no futuro com a perda parcial ou total da audição, principalmente os apaixonados por música.

Outros fatores que podem levar a perda de audição

Além dos fatores, situações e atividades já citados, saiba que mergulhar e voar são algumas das atividades que também podem provocar danos à audição, e que podem atrapalhar a atuação como DJ, produtor musical, músico e outros tipos de atividades que trabalham utilizando a audição como uma das principais ferramentas. Para proteger a audição nestes casos o ideal é que se use protetores recomendados para a atividade. Além da poluição sonora, música alta e da prática de algumas atividades sem proteção auditiva, alguns tipos de doenças como o diabetes também pode provocar perdas auditivas e até levar a surdez.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Siga-nos
Link to my Facebook Page
Link to my Rss Page
Link to my Youtube Page