Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Este canal tem foco em economia, jogo sujo geral e que caracteriza concorrência desleal e outros temas direta e indiretamente relacionados.

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

O que é mais difícil de aprender para se tornar um DJ?

Muitos têm a falsa ilusão de que o difícil é aprender a utilizar os equipamentos com aquele monte de botões, porém entender, dominar a música é relativamente a parte mais difícil. Entender e dominar os equipamentos é a parte mais fácil, principalmente se souber ler, interpretar e dominar a música. Na manipulação musical a parte mais difícil no início, é a afinação do ouvido quanto ao sincronismo entre músicas. A maioria dos cursos não trabalha esta parte básica, importante e fundamental. Normalmente deixam por conta do aluno a responsabilidade, para que na base da tentativa e erro desenvolvam, o que pode levar anos sem os exercícios corretos, vícios negativos que normalmente adquirem, falsos conceitos, técnicas ineficientes e ou aplicadas de forma inadequada. Alguns instrutores menos preparados declararam publicamente em mídias que não a ensinam, que só com muito tempo de treino o aluno poderá aprender sozinho. Porém em nosso curso está é nossa primeira e principal preocupação, pois é a base técnica do DJ. O instrutor DJ Wagner J. Pereira desenvolveu exercícios e técnicas testadas e aplicadas nos alunos. Com tais técnicas a maioria dos alunos consegue mais de 70% de afinação em pouco tempo (durante o curso). Dominando o sincronismo entre músicas, de ouvido, de forma correta sem se escorar em falsos conceitos, técnicas ineficientes e recursos tecnológicos que diminuem o potencial real do aluno, tudo ficará mais fácil e o aluno amadurecerá mais rapidamente e com habilidade real no controle musical. Outra coisa difícil é a administração das músicas quanto à “manipulação” de público. No curso é dada uma excelente base de conhecimento relacionado a sonoridade musical e indicado alguns estudos de campo para que o aluno rapidamente aprenda a ler, reconhecer, interpretar e  entender o comportamento emocional humano ( público) e em pouco tempo tenha conhecimento suficiente pra promover o controle do público através da sonoridade musical. Por fim a cultura musical, que depende de pesquisa, gosto e estilo musical de cada aluno.  Tendo boa afinação, boa cultura musical e conhecimento técnico (estrutural e sonoro) musical, tudo ficará muito mais fácil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este canal está sendo reestruturado e tem foco em temas ligados à inteligência, arte, ciência, tecnologia, comportamento e outros.


Em nosso podcast falaremos sobre inteligência e comportamento, jogo sujo e concorrência desleal, algumas artes, ciências, esportes, sobre economia e outros temas.

Quanto aos anúncios

Ao clicar no anúncio, possivelmente sairá de nossa página. Se pretende permanecer no artigo / site deve clicar no anúncio com o botão direito do mouse e selecionar abrir em nova aba / guia ou janela.

 

Atenção

Não nos responsabilizamos pela qualidade dos produtos e serviços anunciados. Os anúncios são selecionados e divulgados automaticamente pelo mecanismo do Google Adsence de acordo com sua navegação e vários outros fatores / critérios. Não temos nenhuma ligação com os fornecedores / prestadores de serviços.