Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Especialista em treinamento DJ e de produção musical

Especialista em treinamento DJ e de produção musical

Existe uma grande diferença entre ser um DJ ou produtor e ser um DJ ou produtor especialista em treinamento. Para ser um especialista em treinamento é preciso muito mais do que saber tocar e trabalhar um público / evento e / ou ser famoso. Primeiramente ser bom e ser famoso são duas coisas diferentes. Em diversas áreas e por diversos motivos há muitos famosos que não são bons e muitos bons que não são famosos. E a maioria dos que são famosos, o são devido a publicidades, troca de favores, jogo sujo, mídias sensacionalistas e outros motivos, e não por serem realmente bons, técnica e profissionalmente maduros.

Não basta só ser bom em uma atividade para poder atuar como instrutor. Há muitos profissionais em todas as áreas que são muito bons em suas atividades / especialidades mas não sabem ensinar, não têm didática, técnica para ensinar, ou seja, não têm preparo adequado para atuar como instrutor. Saber fazer é uma coisa, e saber ensinar, ser um especialista em treinamento é outra completamente diferente.
Não basta saber fazer algo, ser famoso e / ou atuante para ser um bom instrutor. Para ser especializado em treinamento é necessário estudo, conhecimento e habilidades especiais específicas direta e indiretamente ligadas a ensino, treinamento e desenvolvimento de habilidades. Dependendo da atividade, especialidade, dedicação e outros fatores, pode-se levar anos até desenvolver as habilidades específicas, obter o conhecimento, o preparo e a maturidade técnica e profissional real mínima necessária e adequada para atuar como instrutor e ou palestrante.
Para ser um instrutor, tem que ser um especialista em treinamento, realmente saber ensinar, pois isso irá refletir no conhecimento, habilidades e preparo dos alunos, prováveis futuros profissionais.
Um bom instrutor deve conhecer bem a engenharia e a ciência do treinamento e desenvolvimento de habilidades, pelo menos dentro de sua especialidade técnica.
Para ser um bom instrutor o candidato / aspirante deve basicamente, dentre muitas outras coisas, saber simplificar o que para a maioria é relativamente complexo, e para isso, deve ser bastante técnico, racional e lógico.
Um instrutor deve saber o que ensinar, como, quando, o quanto ensinar, saber aplicar e dosar as técnicas de treinamento e exercícios, saber como analisar / avaliar, ler e interpretar o comportamento, dinâmica, perfil emocional, intelectual, cultural e desempenho, levando ainda em consideração vários outros fatores de cada aluno e direcionar cada exercício de acordo com suas necessidades e perfil. Deve saber monitorar e direcionar o aluno, principalmente para evitar que aplique as técnicas inadequadas ou de forma errada, buscando com isso, principalmente evitar / minimizar vícios, perda de tempo, maximizar o desenvolvimento das principais habilidades e possibilitar que amadureça tecnicamente muito mais rápido e com muito mais preparo (habilidades e conhecimentos). Para ser ou se tornar um bom instrutor deve ter uma grande cultura geral o que ajudará muito na lapidação e moldagem de cada aluno.
Um bom instrutor, ou seja, verdadeiramente especializado em treinamento, sabe trabalhar, lapidar, moldar e condicionar as principais habilidades muito mais rapidamente do que quem não é. Sozinho ou após um treinamento inadequado com “instrutor” mau preparado quanto a ensino, treinamento e desenvolvimento de habilidades, um aspirante a DJ ou a qualquer outra atividade, pode levar anos para adquirir os conhecimentos e habilidades essenciais / fundamentais e a maturidade técnica para realmente estar pronto para atuar de forma satisfatória / adequada. Já com o treinamento adequado, a maioria pode levar uma fração deste tempo – de dias a no máximo alguns poucos meses, para estar pronto para atuar de forma satisfatória e / ou adequada. Hoje infelizmente mais de 90% dos DJs não tem a maturidade que deveria, assim como a quase totalidade dos DJs que atuam ministrando cursos.

Se for instrutor de uma área nova, ainda imatura, sem material técnico / didático fundamentado, de qualidade e para treinamento, é necessário ainda que o instrutor desenvolva um bom material / apostila – o que é uma das formas de se comprovar sua especialidade como tal.

Mixar, controlar a música, é o mais fácil e muitos podem saber / aprender, principalmente com um bom treinamento em pouquíssimo tempo. Saber controlar e dominar o público, ou seja, ser um DJ bom de verdade poucos sabem ou se dedicam a ponto de aprender. Agora, além de ser um DJ ou produtor bem preparado, ser / se tornar um especialista em treinamento, por diversos motivos, é bem mais complicado. Pouquíssimos em todo o mundo têm conhecimento, preparo e estão realmente aptos para atuar como instrutor, pois requer muita dedicação, um grande volume de conhecimento e habilidades, e gera um enorme cansaço, principalmente mental.

Em outras palavras, se quiser ser bom de verdade no que faz, não dá para atirar para todo lado. Devido ao nível de conhecimento, habilidades e dedicação que muitas especialidades exigem, é muito difícil ser um instrutor muito bem preparado, realmente especializado em treinamento e ainda atuar como DJ e ou como produtor ao mesmo tempo, principalmente quem não se preparou de forma adequada previamente, ou seja, anos antes para tal. Cada uma destas e de outras especialidades requerem muito tempo de dedicação em preparação, atualização e atuação, gerando com isso, um enorme cansaço mental se bem executadas, bem feitas. Até é possível atuar em várias especialidades de uma mesma atividade mas são necessários sacrifícios, como abdicar-se de muitas coisas da vida pessoal. Mas mesmo assim, o cansaço mental é enorme por isso, muitos DJs e ou produtores não se dedicaram como deveriam, nem mesmo em suas próprias especialidades. Sendo redundante, mas em outras palavras, devido ao cansaço mental gerado e tempo de dedicação requerido para se tornar e atuar como um instrutor verdadeiramente bem preparado quanto a técnicas e conceitos de ensino, treinamento e desenvolvimento de habilidades, é muito difícil um DJ atuante, se especializar e atuar paralelamente de forma adequada e eficiente em ambas as atividades. Para se ter uma ideia, muitos DJs já atacaram de instrutor e viram que não era tão fácil, tão simples atuar ministrando curso, ser um especialista em treinamento, e com isso a maioria por terem bom senso, coerência e não querer vender ilusão, acabaram voltando a atuar somente em sua especialidade. Alguns por arrogância, ganância e até por vergonha de assumir que não é o que imaginavam, persistem vendendo ilusão, mentira, falsos conceitos, ideias antiquadas e outros. Em todo o mundo são pouquíssimos os DJs realmente especializados em treinamento, ou seja, preparados para atuar como instrutores.
É muito fácil para especialistas em treinamento, analistas e críticos verdadeiramente bem preparados, perceber e mostrar os que realmente são especializados em treinamento e os que não são. É igualmente fácil, mostrar os benefícios gerados por instrutores que são realmente especializados em treinamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page