Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Estudo, aprendizado e certificado de amadores e profissionais

Ambos, amadores e profissionais, de muitas atividades podem vir de cursos formais bem elaborados, cursos ruins, ineficientes ou do aprendizado informal, como autodidata, e ambos podem ser muito bons. A diferença entre eles está basicamente no tempo que cada um leva para aprender, dominar as técnicas, desenvolver as habilidades e adquirir a maturidade técnica da atividade. Normalmente os que aprendem sozinhos sem um treinamento adequado, no início, levam muito mais tempo que o necessário, podendo este tempo aumentar em até dezenas de vezes para aprender, desenvolver as habilidades e dominar uma atividade, do que quem tem um treinamento adequado, bem dirigido e monitorado. Já com o treinamento bem elaborado e bem dirigido, como deu para perceber, pode-se levar apenas uma fração do tempo em comparação com quem não tem o treinamento adequado.
Além disso não é só o fato de se ter ou não um certificado que determina que uma pessoa pode ser classificada como melhor ou pior. O ser bom é muito mais relativo ao conhecimento adquirido, as habilidades desenvolvidas, a capacidade e maturidade técnica entre outros, que na grande maioria dos casos depende da qualidade do estudo, treinamento base e complementar; eficiência das técnicas de treinamento e exercícios; preparo na especialidade do instrutor quanto a treinamento e desenvolvimento de habilidades; do nível de dedicação, maturidade do aluno e de outros fatores, do que de um pedaço de papel, que só tem a função de comprovar que fez um curso, que por sua vez, em muitos casos só tem nome, pois é de péssima qualidade, são extremamente ineficientes e emitem certificados apenas de participação e não de competência e habilidades comprovadas adquiridas durante o mesmo.
Em algumas atividades onde há vidas em jogo, como medicina, engenharia, piloto de aeronave, motorista e várias outras, obviamente que se faz necessário a obrigatoriedade de um certificado de um curso regulamentado. O que não diz muita coisa, pois infelizmente a grande maioria dos formados e diplomados atuantes profissionalmente no mercado em várias atividades e especialidades essenciais, são lixo, são de péssima qualidade, ineficientes, sem o preparo e maturidade técnica mínima adequada / necessária, devido aos fatos citados acima. Porém qualquer formando com certificado bom ou não pode atuar como voluntário sem fins lucrativos. Na grande maioria das atividades esportivas e artísticas não se tem esta obrigação, nem se faz necessário. Algumas que possuem é por motivo puramente “burrocrático” e / ou por interesses comerciais de muitos direto e indiretamente ligados a atividade. O fato é que em muitas atividades não importa se tem certificado ou não, se estudou em escola, instituto grande, renomado, caro ou não, ou se aprendeu sozinho, como auto didata; o que importa é se realmente é bom, hábil e tecnicamente maduro ou não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Siga-nos
Link to my Facebook Page
Link to my Rss Page
Link to my Youtube Page