Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Estudos complementares, pesquisas, investigações e a evolução de um DJ

Estudos, pesquisas e análises complementares periódicas e a evolução / manutenção dos conhecimentos, habilidades e do diferencial de cada DJ.

Estudos complementares, pesquisas, investigações e a evolução de um DJ

Dos gramofones aos supercontroladores.

As tecnologias, recursos, músicas, técnicas e conceitos estão sempre evoluindo. Por isso, por melhor e mais experiente que um DJ seja, para estar sempre atualizado, tanto quanto a música, equipamentos, tecnologias, técnicas e conceitos de atuação / apresentação, deve estar sempre pesquisando, investigando e estudando, ou seja, ampliando os conhecimentos e habilidades, e caso julgue necessário, se adaptando. Já o iniciante, por melhor curso que tenha feito, deve se dedicar ainda mais e fazer o mesmo já dito acima quanto aos DJs experientes para o mais rapidamente possível superar a média e estar entre os verdadeiros e pouquíssimos melhores / bons de verdade.
Muitos DJs veteranos (com mais de 15 anos de experiência), renomados, se que baseiam / escoram em ideias antiquadas, falsos conceitos e por outros motivos, relaxam; enquanto alguns pouquíssimos principiantes (bem menos de 5%) com muito menos tempo de atividade / “experiência” (menos de 2 anos) os superaram tecnicamente em muito pouco tempo. E esta superação ocorre devido principalmente a terem a mente mais aberta, serem mais flexíveis, em especial quanto a novidades musicais, técnicas e tecnológicas, e obviamente por terem sido mais dedicados que a maioria dos veteranos. Porém muitos destes principiantes, devido a alguns fatores não têm a maturidade técnica e ou profissional adequada, restando assim infelizmente apenas uma pequena fatia de novatos / principiantes realmente bons e maduros como veteranos que não relaxaram. Como deu para notar, infelizmente a grande maioria dos novatos (mais de 95%) não se dedicam o suficiente, normalmente por preguiça e relaxamento, principalmente mental. A maioria acredita estar se dedicando, se esforçando, pesquisando, estudando o suficiente e com isso, além de demorar muito mais que o necessário, grande parte destes nunca adquirem o conhecimento e habilidades adequadas para ser bom de verdade.
Alguns destes e dos veteranos relaxados, agindo como aventureiros e ou oportunistas até se tornam ou se mantém renomados – não porque são bons, mas sim devido a troca de favores, puxadas de saco, apadrinhamentos periódicos, formação de panelinhas, entre outros métodos não ortodoxos e ou devido a publicidades enganosas, onde se vende ilusão.
Estudos complementares, pesquisas, investigações e a evolução de um DJComo ex-instrutor, especialista em treinamento DJ com mais de 13 anos de experiência nesta especialidade, digo sempre que um curso realmente bom, bem elaborado, tem como objetivo através de um bom material didático e do treinamento bem dirigido e bem direcionado gerar conhecimento e desenvolver as principais habilidades base essencial suficiente para os alunos dedicados, disciplinados e estudiosos passarem a atuar tecnicamente bem preparados imediatamente após o mesmo. Mas por melhor que seja o curso de qualquer área, atividade ou especialidade, o conhecimento gerado por ele não é completo principalmente se for só treinamento prático. Na realidade não existe curso completo; isso é uma ilusão, um falso conceito, pois existem muitas variáveis e dependendo da atividade, as técnicas, conceitos, equipamentos e tecnologias podem evoluir muito rapidamente. O que existem, apesar de raríssimos, são cursos bem elaborados que através de um bom treinamento e de um bom material didático geram um grande conhecimento e desenvolvem as principais habilidades em um espaço de tempo muito menor que cursos maus elaborados (que representa mais de 90%) e ou sem um material didático complementar de qualidade. Qualquer tipo de curso por melhor que seja requer estudos e treinamentos complementares após o mesmo, e estudos periódicos para atualização, pois como disse acima, sendo redundante, tudo – as técnicas, conceitos, equipamentos, tecnologias, música, no caso dos DJs e produtores, entre outros, evoluem, com isso, em outras palavras, o aprendizado, a atualização do conhecimento continua durante toda a vida. Quem realmente quer ser bom de verdade, ter diferencial, tem sede de conhecimentos e está sempre estudando. Quem é preguiçoso e ou relaxado obviamente se torna só mais um entre muitos aventureiros oportunistas sem preparo real.
Quanto a assuntos gerais ligados aos DJs, os aprendizes e os iniciantes devem se dedicar, investir mais tempo em estudos e pesquisas nos primeiros meses para ampliar seus conhecimentos e maturidade tanto técnica quanto profissional. Após adquirir maturidade técnica, dominar as principais técnicas, a música de ouvido, conhecer e dominar os principais equipamentos e seus principais controles e recursos, deve manter uma disciplina de pesquisa periódica para se manter atualizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Siga-nos
Link to my Facebook Page
Link to my Rss Page
Link to my Youtube Page

Quanto aos anúncios

Ao clicar no anúncio, possivelmente sairá de nossa página. Se pretende permanecer no artigo / site deve clicar no anúncio com o botão direito do mouse e selecionar abrir em nova aba / guia ou janela.

 

Atenção

Não nos responsabilizamos pela qualidade dos produtos e serviços anunciados. Os anúncios são selecionados e divulgados automaticamente pelo mecanismo do Google Adsence de acordo com sua navegação e vários outros fatores / critérios. Não temos nenhuma ligação com os fornecedores / prestadores de serviços.