Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Gênios construídos – o lado oposto de múltiplas inteligências

Gênios construídos - o lado oposto de múltiplas inteligências

Complemento / fundamentação do artigo:

Inteligência única X múltiplas inteligências

Há muitos fatos e conceitos que comprovam que a inteligência é única, mas um dos que ajuda a fundamentar de forma muito plausível que a inteligência é uma só em pessoas normais, sem distúrbios / síndromes cerebrais e ou sem genialidade congênita, é o do psicólogo educacional húngaro László Polgár que promoveu diversos estudos sobre genialidade e criou a teoria de que genialidade não é só congênita, ou seja, que gênio pode ser construído em uma pessoa normal. Após anos de pesquisas, escreveu o livro Criando um gênio / Bring Up Genius! e mais tarde para provar sua teoria ele testou seus conceitos em suas próprias filhas, começando pela primogênita Zsuzsa / Susan Polgar. László transformou suas 3 filhas (Susan, Zsófia e Judit) em grandes mestres do xadrez através especialmente de treinamento e direcionamento adequado, desde muito cedo. E de acordo com alguns materiais, Susan vem treinando seus filhos na mesma “complicada” arte de jogar xadrez. Para saber mais, veja o documentário Mente Brilhante – Desenvolvendo a Genialidade do NatGeo (National Geographics). Se não encontrar fácil, pode tentar assistir em https://www.youtube.com/watch?v=qLq4agOGyJw (se ainda estiver disponível). Este documentário é o último episódio de uma série de três, compostos por Gênio Acidental, Gênio Nato e Desenvolvendo a Genialidade.

O conceito de László leva a ideia de que toda pessoa normal quando nasce, é um computador novo com HD (disco rígido) / SSD (Drive de estado sólido) zerado, e os aplicativos, algoritmos e dados inseridos nele é o que o tornarão apto a realizar melhor suas tarefas, mais em uma(s) atividade(s) que em outras. Tanto nos seres humanos quanto nos computadores pode-se “criar e inserir algoritmos, aplicativos e dados de áreas distintas para que eles sejam aptos a atuar em mais de uma área de forma eficiente”, porém requer tempo. A grande diferença neste caso entre o humano e a máquina é que no caso do computador podemos expandir seu potencial, capacidade de armazenamento (HD, SSD), memória de “processamento”(RAM), processadores e outros elementos, apenas com dinheiro.

Em outras palavras, a constatação de László Polgár mostra que, se trabalhada de forma adequada, é possível transformar qualquer pessoa normal em um gênio em uma – e até mesmo em mais de uma – atividade.

Apesar do fantástico estudo e contribuição de László para com o “entendimento” da inteligência, se for promovido estudo adequado, encontrarão “muitos” casos de gênios, talentos construídos de forma “intencional, conscientemente”, muito antes dele mesmo existir, especialmente em países asiáticos onde seu conceito já era aplicado há séculos. No Japão antigo, por exemplo, muitos pais treinavam seus filhos desde muito cedo. Em alguns casos o treinamento iniciava pouco após o nascimento, para que seus filhos fossem seus sucessores, iguais ou muito melhores em suas atividades, inclusive profissionais / comerciais.

O que László de fato fez foi dar ciência, tornar científico, documentar e comprovar no mundo contemporâneo o que já era fato, consciente e subconsciente em algumas culturas.

Ele acreditou e comprovou tecnicamente que com o direcionamento, treinamento e ambiente adequado o mais precocemente possível, pode-se trabalhar e desenvolver grandes habilidades em um indivíduo normal desde a infância, e torná-lo praticamente um gênio em determinada atividade.

Diversos fatos fundamentam o conceito de inteligência única e vão contra o conceito de várias inteligências – de que cada ser humano está mais ligado a uma que a outra. László não deixa muita margem para dúvidas, controvérsias, pois a probabilidade de nascer dois ou mais irmãos gênios voltados para mesma atividade e muitíssimo pequena.

Saiba um pouco mais sobre László Polgár em https://pt.wikipedia.org/wiki/László_Polgár (resumido em português) e em https://en.wikipedia.org/wiki/László_Polgár (um pouco mais detalhado em inglês). A história de László e de suas três filhas quanto a desenvolvimento de habilidades e genialidade é muito interessante.

Para minimizar dúvidas e controvérsias, vale conhecer também um pouco Zsuzsa (Susan) a primogênita em (https://en.wikipedia.org/wiki/Susan_Polgar), Sofia, a irmã do meio, em (https://pt.wikipedia.org/wiki/Sofia_Polgár) e Judit, a caçula em (https://pt.wikipedia.org/wiki/Judit_Polgár).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Siga-nos
Link to my Facebook Page
Link to my Rss Page
Link to my Youtube Page