Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Reconhecimento e classificação geral dos oportunistas e aventureiros comerciais

Em várias atividades, assim como na de DJ, pode-se classificar como aventureiro e oportunista comercial aquele que entra no mercado, ou seja, passa a atuar profissionalmente (com fins lucrativos), sem um preparo mínimo, sem condicionamento mental e / ou físico adequado. Normalmente suas habilidades e conhecimentos são ainda insuficientes e fragmentados e conseqüentemente são imaturos cultural e tecnicamente. A grande maioria, não busca se preparar, dominar a atividade adequadamente, ser bom de verdade antes de ingressar no mercado, achando que o que já sabe é suficiente; não promove autoanálise, estudos, nem autocrítica profissional; não tem bom senso e coerência quanto aos seus conhecimentos e habilidades, não tem visão comercial para determinar se é o momento, se está realmente pronto para o mercado, para superar outros aventureiros oportunistas que lá estão para concorrer com os bons de verdade.
O aventureiro e / ou oportunista normalmente não tem capacidade, conhecimento, habilidade e preparo suficiente para comprovar seu poder profissional e precisa de um empurrão para entrar e se sustentar no mercado. A maioria acaba não se projetando e / ou não conseguindo se firmar na posição, imprimir uma marca (seu nome) no mercado, acaba caindo várias vezes e sempre precisando de “padrinho(s)” para dar empurrõezinhos.
É muito fácil reconhecer e / ou desmascarar um oportunista e / ou aventureiro comercial, pois por não ter se preparado de verdade, construído uma base de conhecimento “sólida”, não tem poder de criação real, não tem facilidade em se adaptar nem improvisar tecnicamente dentro da sua “especialidade” e não tem respostas técnicas e lógicas para muitas coisas fundamentais dentro da sua atividade profissional.
A maioria das pessoas, inconscientemente, começa como aventureiro e / ou oportunista, mas uns poucos acabam percebendo e destes poucos, alguns (os mais bem intencionados), mesmo já dentro da atividade, buscam se condicionar mais rapidamente para deixar de prostituir o mercado. Mas infelizmente a maioria não percebe ou não quer “perder tempo” se condicionando, sem ver que este tempo “perdido” é mínimo perto do tempo que quebrará a cabeça, e venderá ilusão por falta de preparo. Um preparo / condicionamento adequado é apenas uma fração do tempo que realmente se perde aprendendo “na prática”, ou melhor, dizendo, na tentativa e erro. Como podem perceber, é fácil distinguir um profissional bom de verdade de um aventureiro e / ou oportunista.

Vs: 1.0 Pt: 05 de 15 (Rg 2008)

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page