Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Controles conceituais para DJs

Introdução

Tendências e conceitos para um futuro próximo

intro_controles_Conceito_djs

Como já deve ter notado, os computadores vêm sendo utilizados por alguns DJs com visão mais moderna e / ou que necessitam de maior praticidade no transporte, entre outras coisas. Com isso, a indústria começou a desenvolver diversos produtos ligados ao computador e a estes profissionais. Os primeiros equipamentos musicais para computadores criados inicialmente para DJs, foram os controles MIDI, de uma forma grosseira. Para simplificar, digo que são joysticks para softwares profissionais de mixagem, com as principais funções e recursos de Mixer e / ou players profissionais, que permitem manipular a música no computador, como se estivesse usando um conjunto de CD / MP3 player e Mixer profissionais convencionais. Estes controles estão se tornando populares muito rapidamente, mas ainda são poucos os modelos com características realmente profissionais. Mesmo os melhores ainda têm muito à aperfeiçoar para agradar e / ou satisfazer as necessidades técnicas da maioria dos DJs, das várias especialidades. Nada será 100% perfeito para todos, agradar unanimemente a 100%  dos profissionais. Mas é possível, com estudos, pesquisas e análises, desenvolver produtos que agradem a maioria dos DJs, com possibilidade até de se tornar ícone.
Há alguns anos a indústria já tinha disponível tecnologias que possibilitavam desenvolver equipamentos mais versáteis, de fácil manutenção, menores e mais leves, e conseqüentemente de melhor transportabilidade, mas sem comprometer, e sim proporcionar maior conforto, realismo e precisão operacional, usando recursos e tecnologias mais resistentes, duráveis, e de maior estabilidade. Potenciômetros ópticos, pratos motorizados ou “jog’s” sensíveis ao toque ou pressão, sensores de movimento óptico para prato e / ou jog, são algumas tecnologias e recursos disponíveis, mas infelizmente ainda mal utilizadas pela indústria. Muito provavelmente, as novas gerações de controles e equipamentos convencionais dos próximos anos, estarão utilizando mais e melhor estes recursos e tecnologias, adequando assim, as atuais e novas gerações de DJs, mais dinâmicos e criativos. Saiba mais em: Tecnologias e recursos dos players conceituais para DJs, A indústria para DJs e os preços das tecnologias e controles conceitos.
Antecipando os acontecimentos, através de muito estudo, pesquisas e testes, somados há mais de 20 anos de experiência em informática (software e hardware) e tecnologia em geral, desenvolvi uma série de controles conceituais, possibilidades de um futuro próximo, que apresento de forma extremamente resumida, para facilitar a compreensão dos atuais e futuros profissionais, e claro, de uma forma um pouco pretensiosa, para colocar lenha na fogueira e ver o circo, aliás, a indústria, pegar fogo.
Tanto os controles USB / MIDI conceituais aqui apresentados quanto os diversos modelos já existentes, são úteis para vários profissionais, não somente para DJs. Sendo compatíveis com o protocolo MIDI (de comunicação) e devido a sua versatilidade, poderiam ser utilizados também, por remixers, produtores, VJs (Vídeo Jóqueis) e LJ (Light Jóqueis), em estúdios, na produção e / ou em apresentação ao vivo, trazendo grandes benefícios, praticidade e recursos para estes profissionais. Muitos softwares para os profissionais acima, são ou estão se tornando compatíveis com o protocolo MIDI, desenvolvido há décadas para promover a comunicação entre teclados musicais eletrônicos e o computador. Hoje, praticamente todos os equipamentos e softwares de música, alguns de vídeo, são compatíveis com este protocolo, e muito em breve os de iluminação assumirão de forma explícita, direta, o uso do protocolo MIDI para manipular os softwares em conjunto ou substituindo o DMX, padrão da área há muitos anos. Estas padronizações facilitam a utilização de um modelo de controle em várias categorias e tipos de softwares de áudio, vídeo e até iluminação. Algumas soft houses (empresa desenvolvedora de software) especializada em software para DJs já estão integrando ao software de mixagem, funções e recursos de vídeo, permitindo as novas gerações de DJs mixar vídeoclips ao invés de somente música. Com tudo isso, os computadores e controles se tornarão ainda mais úteis e conseqüentemente, se a indústria não superfaturar, se tornarão mais baratos.

Os tipos / modelos de controles

Existem diversas possibilidades de combinações de recursos e tecnologias para se criar modelos que agradem a maioria dos profissionais. Combinando de forma lógica e inteligente o que a tecnologia disponibiliza, é possível desenvolver equipamentos básicos para DJs que não utilizem muitos recursos e controles avançados, repletos de recursos para profissionais mais dinâmicos e criativos, equipamentos práticos para aqueles que precisam de praticidade e transportabilidade, mas não querem perder recursos, qualidade e precisão. Neste artigo, apresento alguns controles MIDI / USB – conceitos que se destinam a DJs de todos os tipos, categorias e gostos, do profissional mais básico, prático ao mais dinâmico, criativo e moderno / tecnológico, e até para os tradicionalistas. Apresento modelos de controles integrados e modulares. Existem dois conceitos básicos para os modulares: um podendo ser modular somente quanto a players e Mixer, ou seja, controles players e Mixers individuais separados, e o outro, controles totalmente modulares, recursos e funções, podendo crescer de acordo com a necessidade de cada DJ. Cada um oferece uma série de vantagens em relação ao outro, e ambos têm seus prós e contras. Mesmo assim, superariam a maioria dos equipamentos, CD / MP3 players, Mixers e efeitos convencionais para DJs. Um controle ou conjunto, de boa qualidade, com prato motorizado, alguns recursos e tecnologias, e  seguindo os conceitos abaixo, substituiria completamente CD / MP3 players profissionais, do mais simples ao mais moderno, e  facilmente, aos sistemas de timecode, com diversas vantagens quanto a recursos, transporte, durabilidade, manutenção e custo. Mesmo com toda tecnologia, este conceito manteria a técnica e o charme físico de se tocar com vinil, que é explorado hoje pelos sistemas de timecode e alguns poucos players convencionais. Veja detalhes em: Controles MIDI / USB conceituais integrados e modulares

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page

Quanto aos anúncios

Ao clicar no anúncio, possivelmente sairá de nossa página. Se pretende permanecer no artigo / site deve clicar no anúncio com o botão direito do mouse e selecionar abrir em nova aba / guia ou janela.

 

Atenção

Não nos responsabilizamos pela qualidade dos produtos e serviços anunciados. Os anúncios são selecionados e divulgados automaticamente pelo mecanismo do Google Adsence de acordo com sua navegação e vários outros fatores / critérios. Não temos nenhuma ligação com os fornecedores / prestadores de serviços.