Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

O algoritmo, a fórmula básica da sensatez e da insensatez

Artigo 6 da série: Insensatez

Ser sensato / ter bom senso, é basicamente ser equilibrado, prudente e cauteloso quanto a comportamento, decisões, atos, ações, situações, palavras e outros. E para isso é preciso ser empático, se pôr no lugar, posição dos outros; é saber, buscar, enxergar, investigar, colher, comparar e analisar dados, fatos, situações e informações de várias maneiras, por vários ângulos, óticas e níveis de profundidade; é mensurar as possibilidades e plausibilidades de conceitos, ideias, teorias, informações; é ter / buscar base, fundamentos; é levar em consideração fatos e raciocínios lógicos; ter opinião própria, discernimento; ser flexível, imparcial e justo, principalmente antes de tirar conclusões, tomar decisões, opinar, julgar, criticar e de agir. Obviamente que ser insensato é o oposto de tudo isso.
Para contribuir com o aumento do nível de sensatez, entre outras coisas deve buscar aumentar o nível de conhecimento e cultura. Para isso, ajuda muito estudar, analisar bons materiais como revistas, livros, jornais, documentários, reportagens, filmes, séries e outros, mesmo de ficção, fantasia, mas especialmente de assuntos técnicos e ou hipotéticos, que retratam realidades, fatos e ou possibilidades. Porém, isso só gera resultados positivos se for feito com foco, atenção. Promover uma autoavaliação, estudo e auto análise, em outras palavras, se conhecer melhor, ajuda muito no desenvolvimento e ou aperfeiçoamento de várias habilidades, inclusive da sensatez.
Não existe segredo, mas também não existe uma receita, fórmula perfeita para ser mais sensato. Mas o primeiro passo é procurar reconhecer, enxergar e até mesmo prever suas insensatezes, e buscar contê-las ou corrigi-las.
Às vezes ser insensato é normal. A insensatez faz parte da natureza humana. O problema é ser insensato na maior parte do dia, da vida. Saiba também que apesar de não ser normal, em alguns casos, atos, ações, reações insensatas podem trazer resultados, efeitos colaterais positivos.
Além do que falamos neste pequeno artigo, há outras informações complementares a estas, muito úteis em outros artigos desta série sobre sensatez / insensatez.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page