Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

A inverdade das 10.000 horas para se tornar “gênio” em uma atividade

A inverdade das 10.000 horas para se tornar “gênio” em uma atividade

Há algum tempo, alguns pesquisadores andaram dizendo que são necessárias aproximadamente 10.000 horas para se tornar um gênio, ser muito bom em alguma atividade. Porém isso não tem lógica, pois ser bom, muito bom, excelente, ou mesmo um gênio em algo, em uma atividade, depende de diversos fatores, entre eles o tipo e quantidade de conhecimento e habilidades necessárias na atividade desejada. Como a quantidade e os tipos de conhecimento e habilidades não são absolutas, para todas as atividades, não se pode afirmar de forma absoluta que são necessárias 10.000 horas para ser um gênio em algo. Há atividades que podem requerer muito menos tempo, onde por exemplo 1.000 horas de estudos, direcionamentos e treinamento adequado, podem ser suficiente para ser excelente, muito acima da média.

Além disso a aquisição de conhecimento e desenvolvimento de habilidades depende também do tipo, da qualidade e eficiência do direcionamento, monitoramento, treinamento (por parte de um instrutor quanto houver), e da dedicação por parte do aprendiz / aspirante.

Será que para se tornar um DJ, músico, atirador de elite, malabarista, produtor musical, advogado, cirurgião cardíaco, neurocirurgião, motorista, piloto de aeronave, escritor, ator, excelente / genial, são de forma absoluta necessárias 10.000 horas de treinamento para todas estas atividades? E será que com a mesma quantidade de horas de treinamento todos os cirurgiões cardíacos possuem a mesma média de preparo e habilidades? Obviamente que não pois o resultado final de cada um vai depender de diversos fatores como nível de dedicação de cada um, qualidade do direcionamento do ensino, forma como foram trabalhados / moldados, entre outros. Além disso, como Albert Einstein disse, o tempo é relativo – o que se encaixa perfeitamente em treinamento e desenvolvimento de habilidades, pois uma hora de estudo de um indivíduo focado, concentrado, dedicado, que é verdadeiramente apaixonado pelo que está estudando, com material, direcionamento e treinamento adequados e eficientes pode equivaler muito mais do que dez horas de aula do mesmo assunto, porém, de um indivíduo com pouco foco, baixo nível de dedicação, que não é tão apaixonado como diz ser pelo que está estudando e com material, direcionamento e treinamento pouco eficientes. Mesmo que alguns destes fatores sejam iguais, o resultado quanto a conhecimento e habilidades desenvolvidas, ainda poderá ser muito diferente, relativo aos fatores que são iguais e aos que são diferentes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Siga-nos
Link to my Facebook Page
Link to my Rss Page
Link to my Youtube Page