Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

O uso de poder, força, para intimidar, reprimir concorrentes

Artigo 13 da série: Jogo sujo e concorrência desleal

Alguns, em uma concorrência desleal fazem uso de algum tipo de poder, força, superioridade, para manipular, intimidar, limitar, reprimir concorrentes e ou seus parceiros

Sozinho ou em grupo, usar poder, superioridade econômica, política ou outra, para manipular, intimidar inclusive mental / psicologicamente, profissionais, empresários, atletas ou outros tipos de concorrentes, normalmente os verdadeiramente melhores, mais bem preparados e ou com melhores produtos / serviços, principalmente os relativamente menores, financeiramente mais fracos, em posição menos favorável, obviamente que é jogo sujo, concorrência desleal.
Há vários relatos em que profissionais, empresários, atletas, como jogadores de futebol, intimidaram, subjugaram adversários, concorrentes psicologicamente, verbalmente, que sabiam serem melhores, mais bem preparados tecnicamente, com mais chance de superá-los, mas com pontos econômicos e ou emocionais / psicológicos relativamente fracos.
A maioria das pessoas não sabem, não tem ciência do efeito psicológico, comportamental que alguns tipos de intimidações têm sobre a maioria, principalmente sobre os mais ingênuos, profissional e ou comercialmente menos maduros, inseguros. Muitos, mesmo sendo muito bons, tecnicamente eficientes, “perdem” grande parte do seu potencial quando atacados principalmente emocionalmente, normalmente por ainda não ter experiência / malícia comercial.
Há pessoas, profissionais, empresários, atletas, artistas praticamente de todos os tipos que são muito bem preparados tecnicamente, mas que ainda estão em situação comercial pouco favorável e ou são extremamente ingênuos profissional e ou comercialmente. Devido a isso, estas pessoas são fáceis de serem derrubadas com simples ações, argumentos, palavras que agem psicologicamente, subconscientemente. Somente pessoas muito bem treinadas, inclusive emocionalmente não se deixam abater, levar pelas emoções. Em contrapartida a maioria dos aventureiros oportunistas são técnico e profissionalmente fracos mas mentalmente fortes, não se abatem facilmente e usam este potencial para jogar sujo, promover concorrência desleal.
Intimidação não é uma prática das mais comuns, mas até corporações, como a Microsoft, já utilizaram estas e várias outras práticas da concorrência desleal que colocaram a empresa e Bill Gates, seu fundador, nos tribunais, no banco dos réus, segundo documentários sobre informática / TI. Uma de várias empresas que sofreu com o poder e intimidação da Microsoft foi a Netscape. Segundo documentos, documentários de canais sérios, Bill Gates / Microsoft usou seu enorme poder financeiro para intimidar a Netscape de forma direta e indireta. Além de ameaçar, intimidar de forma direta integrantes da Netscape, segundo mídias sérias, ela chegou até a ameaçar seus próprios “parceiros” dizendo que não forneceria mais seu sistema operacional para os computadores daqueles que disponibilizassem o navegador da Netscape.
É comum grandes corporações, renomadas empresas e profissionais, quando se vêem “ameaçadas” por novos conceitos, tecnologias ou recursos melhores, mais eficientes, tentarem comprá-los para continuar a dominar, controlar o mercado e ou manter sua superioridade comercial dentro do ramo / setor.
Como se não bastasse, em jogadas extremamente sujas com os consumidores, algumas após comprarem arquivam os projetos, ideias, conceitos, produtos, visando explorar ao máximo os que já estão no mercado. Muitas deixam o mercado tecnologicamente atrasados e só desengavetam as ideias, projetos, tecnologias adquiridas do outros quando conveniente, quando já esgotou a exploração do seu produto.
Muitas, quando não conseguem comprar, procuram inibir, intimidar, ofuscar, desacreditar seus concorrentes, principalmente quando estes são muito bons mas ainda relativamente pequenos, como o caso citado entre a Microsoft e a Netscape.
Conseguindo ou não intimidar, se não compram, muitas roubam, copiam as ideias, conceitos, técnicas, criam produtos similares e usam seu poder – especialmente financeiro – para fazer o produto se destacar, mesmo não sendo tão bom quanto o do concorrente idealizador, dono intelectual do produto ou serviço. Com isso, ofusca de tal forma os menores, que perdendo a batalha eles se veem obrigados a fechar as portas, abandonando o projeto, produto, serviço. Alguns destes, os mais teimosos, partem em busca de algo novo para tentar alçar voo novamente. Infelizmente a grande maioria desiste. Mas após várias tentativas, algumas raras empresas, profissionais até conseguem superar a concorrência desleal e alçar voo altos antes de sofrer novos ataques. Destas, algumas conseguem sobreviver; outras infelizmente não, e se extinguem para sempre.

Outros artigos da série:
Jogo sujo e concorrência desleal


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Siga-nos
Link to my Facebook Page
Link to my Rss Page
Link to my Youtube Page

Quanto aos anúncios

Ao clicar no anúncio, possivelmente sairá de nossa página. Se pretende permanecer no artigo / site deve clicar no anúncio com o botão direito do mouse e selecionar abrir em nova aba / guia ou janela.

 

Atenção

Não nos responsabilizamos pela qualidade dos produtos e serviços anunciados. Os anúncios são selecionados e divulgados automaticamente pelo mecanismo do Google Adsence de acordo com sua navegação e vários outros fatores / critérios. Não temos nenhuma ligação com os fornecedores / prestadores de serviços.