Dicas, cursos, tutoriais, artigos, análises e críticas relacionadas a todo universo DJ

Uncreative place

www.uncreativeplace.com.br

Um espaço com visual e conteúdo jovem

Após alguns anos escrevendo como colaboradora para alguns blogs, Bianca Caroline, uma jovem estudante apaixonada por livros, filmes, séries, músicas e várias outras artes, resolveu criar seu próprio espaço na grande rede e em Agosto de 2016 começou a disponibilizar artigos, análises, críticas e indicações de arte em geral.

Poucos cursos, escolas e universidades jogam limpo

Artigo 25 parte 2 da série: Jogo sujo e concorrência desleal

Poucas universidades, escolas, cursos técnicos, profissionalizantes e livres, jogam limpo, e por imaturidade, a maioria dos que jogam sujo não enxergam os efeitos colaterais da concorrência desleal e de suas práticas contra seus clientes

Apenas algumas poucas universidades, escolas, cursos formais, técnicos e ”informais”, profissionalizantes, livres particulares / privados com fins lucrativos são íntegros, jogam limpo, não promovem concorrência desleal, são inteligentes, espertos e fornecem treinamento realmente bons, eficientes, trabalham adequadamente seus alunos para que sejam verdadeiramente bons, e também não necessitem promover concorrência desleal, tudo isso objetivando manter ou ampliar uma boa reputação através da qualidade e eficiência média de seus principais produtos, que carregam sua marca e as representam, ou seja, seus ex-alunos.
Mas infelizmente poucos têm essa visão, maturidade profissional e comercial; a maioria por serem extremamente imaturos, principalmente comercialmente, preferem entregar certificados a um monte de pessoas sem preparo real, sem estarem verdadeiramente aptas a atuar comercialmente, em outras palavras, preferem “formar” quantidade sem qualidade, encher o mercado com “profissionais” iludidos, achando que realmente estão aptos, quando na realidade são técnico, profissionalmente muito imaturos e despreparados.
Estas escolas, universidades, não percebem que isso pode comprometer sua reputação ou nao se preocupam com os efeitos colaterais negativos que possam ocorrer. Os ex-alunos de um instrutor, escola, universidade levam sua marca e dependendo da qualidade e eficiência média, podem refletir positiva ou negativamente na reputação dos mesmos.
O fato é que este tipo de jogo sujo com seus clientes / alunos, como efeito colateral eleva a concorrência desleal em seus mercados pois, tendo em vista que ex-alunos de algumas pouquíssimas instituições que têm excelência em ensino e treinamento se destacam intelectualmente de forma natural, a maioria dos ex-alunos de cursos de baixo nível de eficiência quanto a ensino e treinamento, de forma consciente ou subconsciente fazem uso de práticas que caracterizem concorrência desleal para se destacarem e até superarem comercialmente os verdadeiramente técnico e profissionalmente superiores, mais bem preparados.
Estes conceitos podem ser facilmente vistos em cursos de direito, saúde / medicina, para DJs, de produção musical e vários outros formais e livres. Como exemplo claro, fácil de se comprovar, temos na saúde médicos, enfermeiros e muitos outros profissionais desta área, técnico e profissionalmente extremamente imaturos, com muito menos preparo, conhecimento, habilidade e maturidade que o necessário e que poderiam ter para atuar profissionalmente. O mesmo ocorre em áreas artísticas como no universo dos DJs e de produção musical.
Quanto a saúde / medicina e direito, várias vezes mídias de peso já denunciaram através de reportagens a extrema falta de qualidade, preparo dos formandos e certamente por este motivo o MEC andou reprimindo faculdades, o que fez algumas melhorarem um pouco, mas estando ainda muito longe do ideal.

Por burrice, ingenuidade ou por serem inconsequentes, mais cedo ou mais tarde, muitos dos que jogam sujo também se darão mal

A maioria das ações, práticas sujas e desleais em mercado de ensino e treinamento são extremamente insensatas, ilógicas, inconsequentes, burras e acabam mais cedo ou mais tarde, voltando, refletindo nos próprios cursos, escolas, universidades que não jogam limpo, pois a prostituição, banalização e saturação que provocam com sua ignorância, levam o mercado a perder o glamour e/ou status, consequentemente levando a maioria dos possíveis futuros clientes e profissionais do mercado a perder o interesse e com isso, além de prejudicar os profissionais atuantes realmente bons, bem preparados e os cursos concorrentes, acabam também se dando mal.

Veja um exemplo de ação do MEC, em:

MEC: corte de 514 vagas de cursos de medicina com baixa qualidade
http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/vida-na-universidade/mec-corte-de-514-vagas-de-cursos-de-medicina-com-baixa-qualidade-a9v9iisk71gp5spswrlh751se

Outros artigos da série:
Jogo sujo e concorrência desleal


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Validação *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Link to my Facebook Page
Link to my Youtube Page